Erlichiose canina, conhecida popularmente como doença do carrapato, é uma doença infecciosa transmitida por carrapatos do gênero Rhipicephalus sanguineus, comum nos cães e raro nos gatos. Tem como agente etiológico principal a Erlichia canis. Tais carrapatos são encontrados no mundo todo, tendo os cães como hospedeiros principais.
A transmissão entre os cães ocorre quando o carrapato pica um cão doente e depois pica um animal sadio, inoculando o agente causador da doença. O carrapato pode transmitir a doença mesmo um ano após ter picado um animal infectado.
Os sinais clínicos apresentados pelo animal doente são variados, frente à resposta imunológica do animal à infecção. Quando o cão é picado por um carrapato transmissor, pode desenvolver a doença em três fases. Na primeira fase (fase aguda), o cão pode apresentar febre (temperaturas acima de 39,5ºC), perda de peso e perda de apetite. O animal ainda pode apresentar secreção nasal, ficar deprimido, apresentar sangramento nasal, sangramento urinário (hematúria), ter vômitos e apresentar pontinhos vermelhos na pele (petéquias); apresentar alterações respiratórias e insuficiência hepática ou renal.
Muitas vezes, devido às características inespecíficas da doença, o dono do cão nem percebe que o animal está doente e, apenas nesta fase aguda o animal infectado pode transmitir a doença.
Na segunda fase, ou fase sub-clínica, o animal pode não apresentar nenhum sintoma clínico, apenas apresentando alterações nos exames de sangue. Ocasionalmente, pode apresentar algumas complicações, como sangramento, inchaço das patas, perda de apetite, mucosas pálidas, uveíte (inflamação oftálmica), descolamento de retina, cegueira e gromerulonefrite (um quadro inflamatório renal).
Na terceira fase (fase crônica), o animal ainda pode se apresentar apático, magro e com maiores chances de adquirir outras infecções, além de alterações nos exames hematológicos, como a presença de anemia. É de grande importância o diagnóstico precoce da doença para que se obtenha sucesso no tratamento. Uma das formas de se saber se o seu cão está doente, é a realização de exames de sangue junto ao seu veterinário.
O diagnóstico preciso também pode ser realizado com exames mais específicos, como a imunofluorescência direta, a técnida do PCR e o teste de Immunocomb.
Há tratamento com vários medicamentos para os animais doentes, em todas as fases da doença. São utilizados antibióticos como a oxitetraciclina, o imidocarb, o cloranfenicol, a tetraciclina e, como droga de eleição, a doxiciclina.
Às vezes, há a necessidade de se complementar o tratamento do animal com fluidoterapia (aplicação de soro) ou transfusões sangüíneas.
A prevenção deve ser feita principalmente através do controle de carrapatos, tanto dos animais de estimação como também dos locais onde eles vivem. Existem no mercado veterinário, vários produtos carrapaticidas que podem ser utilizados em seu animal de estimação para o controle dos parasitas tais quais coleiras, sabonetes, sprays e pour-on (ampolas de medicamentos que devem ser administradas no dorso do animal). Além disso, os cães doentes devem ser tratados com drogas específicas já citadas, para se evitar a transmissão, uma vez que ainda não há no mercado vacinas disponíveis contra a doença.

M.V. MÁRCIO YUKIO CHIBA
CRMV-SP 17748
Médico Veterinário graduado pela Universidade Estadual de Londrina.
Pós-graduando em Cirurgia de Pequenos Animais no programa de
pós graduação da Universidade Guarulhos.

04.08..12- Feira de Adoção de Cães e Gatos do CAPA!


Devido a superlotação de animais em nosso albergue, estaremos realizando mais uma Feira de Adoção neste sábado, venha conhecer alguns dos nossos animais, adotar, trazer sua doação e o seu carinho!



Quando: Sábado, dia 04 de agosto de 2012, das 10h às 17h.



Onde: Na Praça em frente ao Igaí Eventos - Na Avenida Presidente Vargas, Passo Fundo - RS.



Para Adotar: Basta ser maior de 18 anos, apresentar um comprovante de residência, carteira de identidade, CPF, preencher um termo de responsabilidade e levar uma coleira com guia para os cães e uma caixa de transporte para os gatos. Também temos guias e coleiras para vender.




* Em caso de mau tempo, a feira será transferida para o próximo sábado no mesmo horário e local.




Siga o CAPA no Twitter: @ADOTEoCAPA




Curta a página do CAPA no Facebook, só clicar no link: http://www.facebook.com/ADOTEoCAPA



Doações em dinheiro para Associação Clube dos Amigos e Protetores dos Animais (CAPA), pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, com sede e foro nesta cidade de Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas sob o nº 05.071.328/0001-12, podem ser realizadas por depósito nas seguintes contas:



Caixa Econômica Federal: Agência: 3063 Conta: 739-7 Operação: 003


BANRISUL: Agência: 0917 Conta: 060837950-4


Banco do Brasil: Agência: 4354.0 Conta: 2002-8



Cartão de Crédito e Banricompras: Doações também podem ser feitas através de todos os cartões no Centro Clínico Veterinário.



Outros tipos de doações podem ser entregues em nossas Feiras de Adoção ou em um dos 2 Pontos de Coletas que temos:



Centro Clínico Veterinário: Rua Paissandu, n° 346 (em frente à Praça do Hospital da Cidade);



Secretaria Municipal de Meio Ambiente: Rua Uruguai, n° 760 (próximo ao Clube Juvenil);




Não aceitamos doações no nosso Sítio.

Carta Aberta à Sociedade Passofundense



No dia 23 de fevereiro de 2012 o Clube dos Amigos e Protetores dos Animais, (CAPA) completa 10 anos de existência na defesa e proteção dos animais. Muitos são os motivos para nos orgulharmos do trabalho realizado e muitas são as preocupações com o cenário atual.

Além de termos o único abrigo de animais da cidade de Passo Fundo, onde temos aproximadamente 500 animais, entre cães, gatos e cavalos, atividade essa que é a mais característica da nossa entidade, o CAPA tem uma atuação muito forte na questão da educação ambiental, fazendo parte de importantes fóruns de discussão como o Conselho Municipal do Meio Ambiente (CMMA), Assembléia Permanente pela Preservação Ambiental (APPA), e inúmeros trabalhos desenvolvidos em Escolas e Faculdades de nossa cidade.

O CAPA se orgulha de ter retirado das ruas de Passo Fundo aproximadamente 10.000 animais em todo esse período e ter encaminhado milhares desses para adoção. Nada nos traz mais satisfação do que retirar um animal vítima de maus tratos de sua realidade, tratá-lo, castrá-lo e depois vê-lo em um lar feliz e amoroso recebendo todo o carinho e atenção que merecem.

Durante esses dez anos, muitos animais acabaram morrendo, por não responderem aos tratamentos veterinários devido à gravidade de suas enfermidades, ou, aguardando um lar, vítimas do preconceito de não terem “raça”, ou, ainda por estarem fora dos padrões de estética.

Mesmo nos casos de falecimento, sabemos que fizemos a nossa parte e pelo menos minimizamos suas dores dando-lhes um final digno.
Todo esse lindo trabalho só consegue ser realizado devido aos abnegados voluntários que doam parte de suas vidas ao convívio com nossos animais, ao apoio da sociedade que contribui através de suas doações e ao Conselho Municipal do Meio Ambiente que através do Fundo do Meio Ambiente disponibiliza uma ajuda de custo anual para nossa entidade.

Ao fazermos um balanço desses 10 anos temos como resultado a sensação de dever cumprido. Temos total convicção de que o trabalho do CAPA traz benefícios para toda a sociedade passofundense, não importando se as pessoas gostam ou não de animais, pois trata-se de uma questão de saúde pública.

Talvez no início, o CAPA fosse visto como um clube de amigos legais que cuidavam de animais, atualmente seu trabalho social é considerado de fundamental importância para a saúde pública de nosso município. Cabe ressaltar que tendo mais de 20.000 animais abandonados nas ruas de nossa cidade, a questão extrapola o binômio gostar e não gostar de animais...

A idéia inicial de apenas acolher animais e encaminhá-los para adoção, logo foi ganhando novos objetivos, como o da educação ambiental já citada. Prova disso é o Movimento Passo Fundo Livre de Carroças, encabeçado pelo CAPA e que já reúne mais de 5.000 assinaturas, visando se tornar um Projeto de Lei de iniciativa popular.

Tantos outros exemplos poderiam ser listados também, como a organização da Manifestação Crueldade Nunca Mais que reuniu mais de 300 pessoas na Praça da Mãe recentemente, ou , ainda a luta pela proibição de touradas em nosso município. Também poderíamos citar Leis aprovadas que tiveram o auxílio de nossa entidade, como: a proibição dos cães de aluguel, a inclusão do Dia Internacional dos Direitos dos Animais (DIDA) no calendário oficial do município, e, etc.

Muitos são os motivos de alegria e orgulho para todos que fazem parte dessa história, mas muitos também são os motivos que nos trazem preocupações.
É lamentável que políticas públicas voltadas aos animais não tenham sido implantadas até o dia de hoje. Se durante esses dez anos de nosso entidade existisse uma política pública de castrações em massa, certamente hoje estaríamos comemorando o fechamento do nosso abrigo e mantendo apenas o trabalho de educação ambiental. Infelizmente o município jamais se preocupou com o tema esterilização e o que temos é que mesmo retirando 10.000 animais das ruas, Passo Fundo segue com 20.000 animais abandonados.

Também nos entristece o fato da morosidade do Poder Público em nos alcançar o valor determinado pelo CMMA, bem como a demora da concessão de uma área adequada para seguirmos com nosso trabalho.

Se analisarmos os pontos negativos listados, teríamos motivos de sobra para fechar as portas, desistirmos de tudo, cruzarmos nossos braços e seguirmos cuidando de nossas vidas, tendo mais tempo para compartilharmos momentos de alegria com nossas famílias e amigos.
Jamais faremos isso!

Por mais obstáculos que nos apresentem seguiremos lutando com a mesma força que nos nutre desde 2002. Seguiremos lutando firmes e fortes por que nosso compromisso é com os animais. E eles não tem culpa de serem abandonados, de não existirem políticas públicas de controle de natalidade, muito menos tem culpa pela pouca importância que o Poder Público nos dá.

Com o apoio da sociedade, seguiremos por mais 10, 20, 30 anos. Não importa o tempo, enquanto os animais precisarem de nosso trabalho, lá estaremos nós.

Agradecemos a todos que fizeram e fazem parte dessa história.
Lembre-se: se você não faz parte da solução, você faz parte do problema.

Adote essa ideia. Adote o CAPA!

Vida Longa ao CAPA!

Forte Abraço,
Clube dos Amigos e Protetores dos Animais

22/01/12 Crueldade Nunca Mais!

MANIFESTAÇÃO NACIONAL CONTRA OS MAUS TRATOS AOS ANIMAIS

22 de Janeiro de 2012 (domingo), às  10h, na Praça da Mãe

Todos juntos sairemos na luta pelo respeito aos animais. A manifestação acontecerá simultaneamente em várias cidades do Brasil. 
CLIQUE AQUI para ver todas as cidades e locais confirmados.

REIVINDICAÇÃO:

PENALIZAÇÃO CORRETA E EFETIVA
 PARA QUEM COMETE CRUELDADES E MAUS TRATOS AOS ANIMAIS!

OS ANIMAIS PEDEM JUSTIÇA!
A lei atual é branda e não pune devidamente quem comete crimes contra animais.
Esta manifestação é o início de uma série de ações para uma penalização correta contra a crueldade aos animais.
A petição oficial do movimento (abaixo assinado) tem por objetivo coletar 1 milhão e meio de assinaturas em todo país, e já está sendo elaborada.
Para assiná-la, cadastre seu e-mail no site www.crueldadenuncamais.com.br e aguarde nosso contato.
SUA PARTICIPAÇÃO É FUNDAMENTAL!
JUNTE-SE A NÓS E LUTE POR ELES!
NORMAS:
- A manifestação CRUELDADE NUNCA MAIS é um movimento PACÍFICO e respeitador das leis, idealizado e organizado pelos protetores de animais do Brasil, o qual será o início de uma série de ações que visam a penalização correta para crimes de maus tratos aos animais.
- Os animais não deverão ser levados à manifestação.
- Cada cidade organizará o formato da manifestação de acordo com as normas e condições locais.
- Os manifestantes deverão levar sacolinhas para a coleta do lixo.
- Os manifestantes poderão levar cartazes e faixas com as seguintes frases:

OS ANIMAIS PEDEM JUSTIÇA!

CRUELDADES CONTRA ANIMAIS: LEIS MAIS RÍGIDAS E CADEIA!
OS ANIMAIS NÃO VOTAM, MAS NÓS SIM!
CRIMES CONTRA ANIMAIS DEVEM SER PUNIDOS COM RIGOR!
CHEGA DE IMPUNIDADE PARA CRIMES CONTRA ANIMAIS!
BRASIL, MOSTRA A TUA CARA LIMPA DE CRUELDADE!
- As faixas deverão ter no máximo 2m de largura.
- Frases ofensivas e que incitam a violência não serão permitidas.

Mensagem de Natal dos Peludos do CAPA


Esta postagem é feita pela Bicharada do CAPA:

Nós, cães, gatos, cavalos e até pássaros que fomos resgatados das ruas e de pessoas más, queremos desejar um Feliz Natal para todos que de alguma forma nos ajudaram durante este ano.

Agradecemos muito aos que adotaram um de nossos colegas de abrigo! Este é o sonho de todos nós: Ir para um lar definitivo e feliz. Aqui no CAPA somos muito bem tratados, mas nada substitui um lar de verdade, não é mesmo?

Agradecemos também aos que apadrinharam um de nós, aos que doaram ração, medicamentos, casinhas, cobertinhas, roupinhas, produtos de limpeza e jornais para que a gente tenha uma vida melhor e mais confortável aqui no CAPA.

Agradecemos a todos que participaram das campanhas de Castração, de Tosa de Verão, de Construção dos Canis e de tantas outras campanhas que fizeram a diferença para muitos de nós, moradores do CAPA, ou que contribuiram expontaneamente. Com os novos Canis muitos de nós estamos vivendo mais felizes, sem precisarmos ficar presos nas correntes! Ah, e só pode ir pro Canil quem é castrado! E os banhos e tosas deixaram o nosso verão muito mais fresquinho! Aubrigado pessoal!

Agradecemos ao Grupo Amigos Voluntários, que fez uma Campanha linda, com video, música, cartazes, adesivos, camisetas e fotos do Pin, da Bela, do Dourado, da Fanta e do nosso ex-colega Sapateiro, que agora já vive em um lar definitivo e feliz. Muito AUbrigado Lucinara Angra, Cassiano Mendes Dos Santos, Angela Maria de Almeida e Thomas Germano Battesini Teixeira!

Agradecemos especialmente aos humanos que cuidam de nós aqui no abrigo, seja limpando a nossa morada, seja medicando um de nós quando adoecemos, nos levando para atendimento veterinário, para tomar banho na Pet Shop, ou simplesmente nos dando um pouco de carinho e atenção.  Estes merecem um AUgradecimento especial: Rosa Schleder, Zulma Marques, Silvia Bruschi Estery, Ligia Saggin, Aline Montipó Do Nascimento, Natália Gomes, Cacá Nedel, Marcelle Nedel, Maria de Lurdes e Irajá Vargas. Augradecemos muito pela atenção e pelo carinho que vocês dedicam a nós!

Que o Natal de vocês seja repleto de amor e paz, e que 2012 seja um ano de vitórias e conquistas para todos que nos ajudam e que ajudam os nossos amigos que estão vivendo nas ruas.

Ah, e um último pedido nosso: Não soltem fogos! A gente fica com muito medo, e na hora do desespero alguns de nós tentam fugir ou brigam com os colegas. Tem uns coleguinhas que passam muito mal e tem até convulsões! Ao invés de soltar rojões e fogos, cantem o Jingle do CAPA que é bem mais bonito e divertido.

Boas festas para todos os humanos!

Lambidas,
Turma do CAPA

Coquetel de Lançamento da 1ª Campanha Publicitária do CAPA!


Será sábado, dia 03/12/11 no Moinho Lounge (Avenida Sete de Setembro, 399), das 22h às 23h.

Apresentaremos nossa 1ª Campanha Publicitária, haverá sorteio de camisetas novas do CAPA (que estão lindas!), sorteio dos 3 livros da Sinara Foss, revelaremos uma supresa maravilhosa para quem gosta de animais e muito mais.

São apenas 500 convites! Os convidados serão brindados com deliciosos salgadinhos da Carolinas Confeitaria e Eventos, sucos e drinks. Os convites custam: R$ 10,00 feminino e R$ 15,00 masculino não havendo consumação mínima obrigatória.

A verba arrecadada pelos convites será revertida ao CAPA.

Ajude o CAPA curtindo uma festa maravilhosa! Você não vai perder essa, vai? Então, curta a Página do Adote o CAPA no Facebook e envie uma mensagem com seu nome completo para colocarmos na lista de convidados.

Não perca tempo só 500 pessoas participarão do coquetel!

21/04/12 - Feira de Adoção de Cães e Gatos do CAPA!








Devido a superlotação de animais em nosso albergue, estaremos realizando mais uma Feira de Adoção neste sábado, venha conhecer alguns dos nossos animais, adotar, trazer sua doação e o seu carinho!







Quando: Sábado, dia 21 de abril de 2012, das 10h às 17h.







Onde: Na Praça em frente ao Igaí Eventos - Na Avenida Presidente Vargas, Passo Fundo - RS.







Para Adotar: Basta ser maior de 18 anos, apresentar um comprovante de residência, carteira de identidade, CPF, preencher um termo de responsabilidade e levar uma coleira com guia para os cães e uma caixa de transporte para os gatos. Também temos guias e coleiras para vender.







* Em caso de mau tempo, a feira será transferida para o próximo sábado no mesmo horário e local.







Siga o CAPA no Twitter: @ADOTEoCAPA







Curta a página do CAPA no Facebook, só clicar no link: http://www.facebook.com/ADOTEoCAPA







Doações em dinheiro para Associação Clube dos Amigos e Protetores dos Animais (CAPA), pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, com sede e foro nesta cidade de Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas sob o nº 05.071.328/0001-12, podem ser realizadas por depósito nas seguintes contas:







Caixa Econômica Federal: Agência: 3063 Conta: 739-7 Operação: 003







BANRISUL: Agência: 0917 Conta: 060837950-4







Banco do Brasil: Agência: 4354.0 Conta: 2002-8







Cartão de Crédito e Banricompras: Doações também podem ser feitas através de todos os cartões no Centro Clínico Veterinário.







Outros tipos de doações podem ser entregues em nossas Feiras de Adoção ou em um dos 4 Pontos de Coletas que temos:







Centro Clínico Veterinário: Rua Paissandu, n° 346 (em frente à Praça do Hospital da Cidade);







Clínica Veterinária do Bosque: Rua Daltro Filho, n° 1066 (em frente ao Ginásio do DAER);







PetStop: Estacionamento do Shopping Bella Città Passo Fundo (acesso pela Avenida Sete de Setembro).







Secretaria Municipal de Meio Ambiente: Rua Uruguai, n° 760 (próximo ao Clube Juvenil);







Não aceitamos doações no nosso Sítio.

Intoxicação de Animais

A intoxicação dos animais de estimação não é uma coisa rara de se encontrar na clínica veterinária. Pode ocorrer de maneira acidental ou criminosa. A primeira acontece quando o animal ingere plantas tóxicas, medicamentos, venenos para roedores, entra em contato com tintas, produtos de limpeza, agrotóxicos, inala gases tóxicos, ou ainda, é picado por animais peçonhentos.

O animal, de maneira instintiva evita os produtos tóxicos, porém em alguns momentos, o animal por curiosidade ou desatenção, pode entrar em contato com estas substâncias.

No caso de intenção criminosa o agente tóxico normalmente está disfarçado (dentro de uma bolinha de carne, salsicha, leite, etc.) e age de maneira rápida, normalmente levando o animal à morte.

Quando desconfiar de um quadro de intoxicação?

Sabemos que há uma infinidade de substâncias que podem causar a intoxicação, por isso os sinais clínicos são os mais variados, dentre eles, podemos citar os mais comumente observados:

- Alteração do estado de consciência (agitação, sonolência, e até coma);

- Sintomas gastrintestinais (salivação intensa, vômitos, náuseas, dor abdominal);

- Hemorragias;

- Tremores;

- Dificuldade respiratória;

- Alteração de ritmo cardíaco.

Os sintomas de intoxicação dependem da substância tóxica, da quantidade ingerida e de certas características do animal que o ingeriu. Por isso, em caso de suspeita de intoxicação, preste atenção se está faltando algum produto da dispensa (produtos de limpeza, inseticidas, etc.), se há plantas arrancadas ou destruídas no jardim (quase todas as plantas ornamentais são tóxicas, ex: comigo-ninguém-pode, samambaia, copo de leite, bico de papagaio, coroa de cristo, entre outras), se houve dedetização do ambiente ou aplicação de agrotóxicos no jardim, e ainda, se há algum objeto ou alimento que não foi dado pelo proprietário.

LEMBRE-SE: em alguns casos, o produto tóxico pode não ser potente e precisa ser exposto de forma constante (ingestões repetidas - ex: chumbo) ou de forma prolongada para que ocorram problemas. Outros produtos tóxicos são tão potentes que basta a ingestão de pequena quantidade para levar a manifestação de sinais clínicos ou até a morte. Alguns produtos tóxicos causam poucos sintomas evidentes até que tenha ocorrido uma lesão permanente da função de órgãos vitais (ex.: fígado ou rins).

Como proceder num quadro de intoxicação?

Devido a grande quantidade de substâncias tóxicas e seus princípios ativos, devemos tomar cuidado com qualquer procedimento, sendo ideal procurar seu médico veterinário de confiança.

Importante ressaltar:

- Nos casos de envenenamento por ingestão de medicamentos e plantas, a medida indicada é provocar o vômito.

- Não provoque o vômito, se o animal estiver desmaiado ou em convulsões, nem se a intoxicação foi provocada por produtos derivados de petróleo, por pesticidas (agrotóxicos), ou ainda, nos casos de ingestão de substâncias cáusticas ou corrosivas (como soda cáustica, etc.), inseticidas, detergentes de máquina de lavar roupas, querosene, gasolina.

- Guarde a embalagem do produto, restos da substância ou o material vomitado, para facilitar a identificação pelo médico veterinário. No caso de remédios, tente descobrir quantos comprimidos foram engolidos e quando ocorreu a ingestão.

- Caso o animal faça uso de medicamentos sempre informar ao veterinário no ato do atendimento.

Feira de Adoção do CAPA 05/11/11



Devido a superlotação de animais em nosso albergue, estaremos realizando mais uma Feira de Adoção neste sábado.


Quando: Sábado, dia 5 de Novembro de 2011, das 10h às 17h.


Onde: Na Praça em frente ao IGAÍ - Na Avenida Presidente Vargas, Passo Fundo - RS.


Para Adotar: Basta ser maior de 18 anos, apresentar um comprovante de residência, carteira de identidade, CPF, preencher um termo de responsabilidade e levar uma coleira com guia para os cães e uma caixa de transporte para os gatos. Também temos guias e coleiras para vender.


* Em caso de mau tempo, a feira será transferida para o próximo sábado dia 12 de Novembro de 2011 no mesmo horário e local.


Siga o CAPA no Twitter: @ADOTEoCAPA


Adicione o CAPA no Facebook, só clicar no link: www.facebook.com/adoteocapa


Doações em dinheiro para Associação Clube dos Amigos e Protetores dos Animais (CAPA), pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, com sede e foro nesta cidade de Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas sob o nº 05.071.328/0001-12, podem ser realizadas por depósito nas seguintes contas:


Caixa Econômica Federal: Agência: 3063 Conta: 739-7


BANRISUL: Agência: 0917 Conta: 060837950-4


Banco do Brasil: Agência: 4354.0 Conta: 2002-8


Cartão de Crédito e Banricompras: Doações também podem ser feitas através de todos os cartões no Centro Clínico Veterinário.


Outros tipos de doações podem ser entregues em nossas Feiras de Adoção ou em um dos 4 Pontos de Coletas que temos:


Centro Clínico Veterinário: Rua Paissandu, n° 346 (em frente à Praça do Hospital da Cidade);


Clínica Veterinária do Bosque: Rua Daltro Filho, n° 1066 (em frente ao Ginásio do DAER);


PetStop: Estacionamento do Shopping Bella Città Passo Fundo.


Secretaria Municipal de Meio Ambiente: Rua Uruguai, n° 760 (próximo ao Clube Juvenil);


Não aceitamos doações no nosso Sítio.

Campanha de Castração

O Albergue do CAPA possui mais de uma centena de cães presos em correntes. Como todo protetor de animais somos totalmente contrários a essa situação, contudo, isso se faz necessário porque nos canis só podemos colocar os animais castrados.

Cabe destacar que nos canis os cães interagem com outros, são mais felizes e menos estressados.

Liberte um Cão da corrente. Dôe R$ 90,00 e custeie uma castração!

Para atingirmos um valor tão baixo para castração precisamos de volume. A meta é de 100 cães!

Participe da Campanha! Colabore! Divulgue!

Tumor de mama é doença comum em fêmeas não castradas

O atendimento de cadelas e gatas com tumor de mama nas clínicas veterinárias é cada vez mais comum em todo o país. A doença é desencadeada pela produção de hormônios do animal que acontece durante os períodos de cio (de seis em seis meses). Os tumores de mama, também conhecidos como neoplasia mamária, comprometem a saúde das fêmeas. Elas emagrecem, ficam debilitadas e, dependendo do tipo de tumor, podem correr risco de morte. Mas por que essa doença se desenvolve?

O aumento de hormônios no período de cio (reprodução) é normal. Mas, infelizmente, este é o fator que induz ao problema. Para evitar que a doença se manifeste, o método mais eficaz é a castração. Segundo o veterinário André Emygdio, da clínica Campo e Lavoura, estudos comprovam que o ideal é castrar a fêmea antes do primeiro cio. “O melhor é evitar a doença, porque em cada cio ocorre um aumento na taxa hormonal e no risco de neoplasia mamária.”

As fêmeas castradas têm 0,5% de chance de desenvolver o tumor de mama em relação aos demais, que não foram submetidas à cirurgia.

Castração: esse é o caminho

Com tantos animais que esperam uma família e aguardam uma adoção, muitos tutores insistem em “tirar” crias de suas fêmeas. Mas, felizmente, apesar dos mitos que envolvem a castração, a cirurgia está em alta. De acordo com o veterinário, o procedimento é simples. “É uma rotina aqui na clínica, as pessoas estão aderindo e entendem que castrar o animal traz benefícios. A recuperação no pós-cirúrgico é rápida e não há nenhuma mudança radical no comportamento”, comenta André.

Vacina anticio: o perigo que custa pouco

Apesar de a castração estar em alta, não é pequeno o número de proprietários que procuram métodos mais baratos para evitar o cio da fêmea. Nesses casos, o mais usado é a vacina anticio. Ela interrompe o processo hormonal sempre que a fêmea vai entrar no período de acasalamento. A vacina é barata, custa em média R$ 10,00.

A questão é que ela desencadeia o problema ao longo do tempo. Uma das reações adversas é justamente a evolução de tumores de mama e infecção urinária. “Para evitar o cio, o tutor tem que aplicar essa vacina de cinco em cinco meses nas cadelas e gatas. Por isso, podemos afirmar que praticamente todas desenvolverão a doença.”

A vacina anticio tem a função de fazer o controle populacional do mesmo modo que a castração, a diferença é que a primeira é mais barata, mas maléfica à saúde.

Sintomas do tumor de mama

Geralmente, o tumor é silencioso. Ele vai aparecendo aos poucos. De acordo com André, os tutores devem ficar atentos; percebendo algo diferente com a fêmea, devem procurar logo uma clínica veterinária. “O primeiro sintoma é um aumento no volume das glândulas mamárias, formando uma espécie de nódulos. Com o tempo, vai causando dores e desconforto na cadela. Como se trata de um câncer, vai depender do tipo para definir o tratamento.”

Tratamento eficaz

Descoberto o tumor, é chegado o momento do diagnóstico. Segundo o veterinário, é feita uma investigação para saber se houve ou não metástase, por meio de exames complementares. Depois, caso não seja observado nada significativo, é indicada a remoção cirúrgica do tumor. Logo após o procedimento, o mesmo passa por uma análise que verifica se o câncer é maligno ou benigno e se será necessária a quimioterapia.

Nesta semana a Laika, uma cadela, passou pela cirurgia. Sua tutora identificou o volume nas glândulas e a levou para uma consulta. O veterinário André Emygdio diz que Laika teve muita sorte. Ela foi diagnosticada com vários nódulos mamários, de um a quatro centímetros. Precisou passar pela cirurgia de remoção e agora aguarda análise para ver se irá precisar de quimioterapia. Mas ela passa bem.

Segundo André, o ideal é levar o animal ao veterinário o quanto antes. Laika chegou à clínica com tumores que mediam de um a quatro centímetros. “A cirurgia é bastante complexa e demorada, porque dependendo do tipo de tumor retiramos todas as mamas. A recuperação leva no máximo dez dias, dependendo do animal.”

Com todo o sofrimento que a fêmea enfrenta, não vale a pena economizar nos métodos de esterilização. O ideal é a castração antes do primeiro cio para evitar a formação dos hormônios e consequentemente o desenvolvimento dos tumores. Os tutores que fazem uso da vacina anticio devem repensar sua posição. É isso que tenta o veterinário. “Nas consultas, sempre aconselho os tutores a evitarem essa vacina, falo dos males que ela acarreta e aviso que o barato pode custar muito caro”, declara. A castração é sim um procedimento mais caro, mas é o método eficaz para garantir a saúde de sua cadela ou gata muitos anos pela frente.

Gatos e Crianças

Pesquisa publicada no jornal médico The Lancet revela que: crianças que convivem com gatos têm menos chances de serem asmáticas. Os pesquisadores descobriram que altos níveis de poeira do pelo de gato na casa diminui o risco de asma para algumas crianças, aparentemente alterando a resposta imune a gatos.

Os gatos são muito diferentes dos alérgenos caseiros como os ácaros do pó. Estas criaturas microscópicas induzem o ato de espirrar e se escondem nos travesseiros, camas e carpetes. Quanto mais ácaros a casa tiver, mais chances você terá de se tornar alérgico e desenvolver asma, num grau tão intenso que cause constrição das vias aéreas, tornando a respiração difícil.

Os gatos são diferentes porque quanto mais alérgenos de gato na casa mais protegidas estarão algumas crianças, afirmam os estudos. Os pesquisadores estudaram 226 crianças, entre 12 e 14 anos, medindo seus níveis de anticorpos para poeira de pêlo de gato e poeira de ácaro, assim como a quantidade de alérgenos de gato presentes na casa. Pequenas ou baixas quantidades de poeira de pelo de gato pareceram desencadear alergia, mas altas quantidades reduziram a possibilidade de desenvolver asma e alergia a gatos.

Esse resultado altera o tipo de conselho que os médicos dão aos seus pacientes, quando recomendam aos pais que não tenham gatos ou se desfaçam deles se estão preocupados com a possibilidade de seus filhos desenvolverem uma condição asmática. Entretanto, isso não é válido para todas as crianças, a exposição a altas quantidades de alérgenos de gatos para algumas, pode ser um fator de risco.

29/07/11 Diário nos Bairros

Registrio do Programa da Rádio Diário transmitido do Bairro Planaltina. Na foto, da esquerda para a direita: o Diretor Juridico do CAPA Cacá Nedel, a Coordenadora do Sítio do CAPA Rosa Schleder e o repórter Alisson Dozza.

01/08/11 CAPA na TV

Nessa segunda-feira, 1° de agosto, vai ser transmitida no Canal de Notícias da UPF TV matéria sobre nossa precariedade financeira. No noticiário da UPF TV você assiste às iniciativas da comunidade. O Canal de Notícias apresenta, de segunda a sexta, o seu compromisso com o desenvolvimento da região. Canal de Notícias, um jornalismo sem violência e sem denúncias. Canal de Notícias, de segunda a sexta, às 12:30 e às 19:30.

Doações em dinheiro para Associação Clube dos Amigos e Protetores dos Animais (CAPA), pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, com sede e foro nesta cidade de Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas sob o nº 05.071.328/0001-12, podem ser realizadas por depósito ou por débito em conta nas seguintes contas:

Caixa Econômica Federal (opção para débito em conta também)
Agência: 3063 Conta: 739-7

BANRISUL
Agência: 0917 Conta: 060837950-4

Banco do Brasil (opção para débito em conta também)
Agência: 4354.0 Conta: 2002-8

Cartão de Crédito e Banricompras
Doações também podem ser feitas através de todos os cartões no Centro Clínico Veterinário, (endereço a baixo).

Outros tipos de doações podem ser entregues em nossas Feiras de Adoção ou em um dos 4 Pontos de Coletas que temos:

Centro Clínico Veterinário
Rua Paissandu, n° 346 (em frente à Praça do Hospital da Cidade);

Clínica Veterinária do Bosque
Rua Daltro Filho, n° 1066 (em frente ao Ginásio do DAER);

PetStop
Estacionamento do Shopping Bella Città Passo Fundo.

Secretaria Municipal de Meio Ambiente
Rua Uruguai, n° 760 (próximo ao Clube Juvenil);

Não aceitamos doações no nosso Sítio.

31/07/11 PetStop


A  PetStop abriu as portas nesse domingo, exclusivamente para apoiar o CAPA. Toda a verba arrecadada de banhos dos cães foi doada ao CAPA. Parabéns para a PetStop que demonstra ter responsabilidade social e amor pelos nossos animais.

Localizada no estacionamento do Bella Cittá Shopping Center, acesso pela rua 7 de Setembro, a PetStop conta com venda de produtos e acessórios pet, venda de filhotes, serviços de estética animal, hospedagem, vacinas e medicamentos da linha dermatológica e antiparasitária.

Na foto: a propritária da PetStop e idealizadora dessa belíssima parceria Dra. Mirele Marçal e Marcelle De Raya Nedel nossa Diretora de Relações Públicas.

CAPA no Canal de Notícias da UPF TV


Matéria transmitida no Canal de Notícias do dia 4 de Abril de 2011. No noticiário da UPF TV você assiste às iniciativas da comunidade. O Canal de Notícias apresenta, de segunda a sexta, o seu compromisso com o desenvolvimento da região. Canal de Notícias, um jornalismo sem violência e sem denúncias.  Canal de Notícias, de segunda a sexta, às 12:30 e às 19:30

Como Ajudar o CAPA

Doações em dinheiro para Associação Clube dos Amigos e Protetores dos Animais (CAPA), pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, com sede e foro nesta cidade de Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas sob o nº 05.071.328/0001-12, podem ser realizadas por depósito ou por débito em conta nas seguintes contas:

Caixa Econômica Federal (opção para débito em conta também)
Agência: 3063 Conta: 739-7

BANRISUL
Agência: 0917 Conta: 060837950-4

Banco do Brasil (opção para débito em conta também)
Agência: 4354.0 Conta: 2002-8

Cartão de Crédito e Banricompras
Doações também podem ser feitas através de todos os cartões no Centro Clínico Veterinário.

Outros tipos de doações podem ser entregues em nossas Feiras de Adoção ou em um dos 4 Pontos de Coletas que temos:

Centro Clínico Veterinário
Rua Paissandu, n° 346 (em frente à Praça do Hospital da Cidade);

Clínica Veterinária do Bosque
Rua Daltro Filho, n° 1066 (em frente ao Ginásio do DAER);

PetStop
Estacionamento do Shopping Bella Città Passo Fundo.

Secretaria Municipal de Meio Ambiente
Rua Uruguai, n° 760 (próximo ao Clube Juvenil);

Não aceitamos doações no nosso Sítio.

Inverno no CAPA

Veja a realidade do rigor do inverno no CAPA.

Amenize esse problema, dôe: tecido Soft, Carpetes, Tapetes, Almofadas, Roupinhas, etc...

Lembre-se: "Se você não faz parte da solução, você faz parte do problema!".

Feriadão de Manutenção do Abrigo do CAPA


Devido às fortes chuvas e ventanias, nosso abrigo está precisando de manutenção para suportar mais este inverno rigoroso. Convidamos a todos para participar de um mutirão de limpeza e organização de nosso abrigo de animais. O mutirão acontecerá dias 24 e 25 de Junho das 13h às 17h. Precisamos de voluntários que nos auxiliem na limpeza do abrigo, colocação de cortinas nas casinhas,  reposição de telhas nas casinhas e canis, ajeitar os cães debilitados e mãezinhas com filhotes com paninhos e roupinhas, limpar os potes de comida e água, e, o principal, dar muito amor aos animais!
Os interessandos em participar do mutirão devem ligar para o telefone (54) 9605.5850.
Não esqueça de ir com uma roupa velha que você possa sujar e até mesmo manchar.
Os animais agradecem desde já pela sua participação!

CAPA no Canal de Notícias da UPF TV

Matéria exibida no Canal de Notícias da UPF TV pela Jornalista Gabi da Cunha mostra que os cães e gatos do CAPA também sofrem de doenças respiratórias!

Dôe seus medicamentos para o CAPA, além de ajudar nossos animais, estarás dando o descarte correto.

Iglu para proteger do frio do Inverno

O frio já chegou e nossos animais sofrem muito nessa época do ano.

As vezes comprar uma casinha na Pet está fora do orçamento apertado, ou,ainda, não há espaço para colocar em um apartamento, então estamos divulgando a idéia do Iglú feito com duas bacias, ideal para cães pequenos e gatos.

O Iglu com duas bacias plásticas sai muito barato, ocupa pouco espaço e é extremamente eficiente.

27/05/11 Rádio Planalto AM às 12h

A situação do canil do CAPA (Clube dos Amigos dos Protetores dos Animais) estará em debate na programação da Rádio Planalto AM (730). Às 12h desta sexta-feira, 27 de maio, na grande entrevista diária do almoço na emissora, estarão presentes a Presidente Zulma Marques e o Diretor Jurídico Cacá Nedel.

Participe!

O programa pode ser ouvido pela internet, clique aqui.

Depoimento de um Cão

Demonstrarei minha gratidão sempre. E até quando tiver com medo, um pouco bravo ou querendo ficar sozinho. Porque demonstrar o que sinto é tão natural pra mim quanto parar no poste, na árvore ou no hidrante e levantar a pata de trás. Demonstrarei meu sono com muita cara de sono e corpo molenga de quem quer dormir. E também demonstrarei minha vontade de acordar, espreguiçando bastante e depois indo te acordar com lambidas no rosto.

Demonstrarei minha fome ainda que seja só gula. E minha gula ainda que sem fome nenhuma. Demonstrarei minha antipatia aos fogos de réveillon, ao carro de som e à chuva com trovão; ainda que goste ficar procurando de onde vem essa água toda que cai em gotas em cima de mim. Demonstrarei minha solidariedade quando você estiver trabalhando em casa ou lendo jornal, ficando deitado ao seu lado, seja no sofá, no escritório ou na varanda. E se quiser brincar, estarei pronto pra saltar do chão e correr pela casa até ficar com a língua toda pra fora.

Ao passear pela rua, ainda que no passo ligeiro e fuçando tudo, demonstrarei meu respeito (e meu medo de te perder) te olhando nos olhos de vez em quando com meu sorriso de cão. Sou feliz porque me escolheu aquele dia na feirinha de adoção. E deixar de demonstrar isso eu jamais deixarei.

Te amo,

Cão.

Texto de Rogerio Rothje
Twitter: @rogeriorothje